Julho|2016| ano VII edição 85 – LIBERDADE

sol

LIBERDADE

Tive uma vida errante.
Consertei máquinas que fi cavam frias numa estante.
Mas, precisava consertar minha alma e meu coração.
Passava meus dias num escritório fechado
sem ver a luz do dia.
Enquanto minha alma precisava da imensidão do mar.
Senti-me tantas vezes aprisionada
e me dava vontade de chorar.
Sabia que romper seria árduo e difícil.
Muitas vezes uma coragem, um desafio.
Mas, precisava achar o meu lugar…
Na ponta da pena as letras me libertaram
e descobri onde quero estar.
Para encontrar a minha felicidade
valeria a pena tudo arriscar.
Não foi fácil, confesso.
Precisava todos os dias provar a todos que podia.
Hoje convivo com artistas, que fotografam
em suas retinas cada entardecer.
Para cada tom de azul na tela eternizar.
Depois das curvas encontrei o meu caminho
e a minha liberdade para sonhar.

Solange Diniz é jornalista, escritora, poética, dramaturga.
Autora do Livro “Palavras do Coração”,
Obra que deu origem ao espetáculo “Desalinhos do amor”.
Membro de Academias de Letras e Artes do Brasil e do exterior

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>