Outubro | 2017 | Ano VIII – Edição 100 – Lesão de Ligamento do Joelho: O que Fazer?

Lesão de Ligamento do Joelho: O que Fazer?

FotoColunista_ThiagoSoaresVivaBem

lesao-do-ligamento-cruzado-anterior-do-joelho-no-basquete1

Em primeiro lugar, vale elucidar que a função de qualquer ligamento é de dar estabilidade a alguma região, assim como limitar o movimento exagerado de uma articulação. Ao acionarmos uma musculatura, ele tenta impedir que o movimento seja feito além de um grau natural de amplitude, protegendo nosso corpo de lesões.

O problema é que muitas vezes o esforço ultrapassa o conforto, surgindo um desgaste e estresse de determinado local, gerando o rompimento parcial ou total de certo ligamento.

Em segundo lugar, o joelho possui quatro importantes ligamentos, porém um é comumente lesionado: o LCA (ligamento cruzado anterior), localizado internamente e com a função de frear o movimento para frente do osso da tíbia (que dá forma à canela) contra a patela (rótula) – como quando esticamos por completo a perna.

A função é de impedir uma angulação exagerada. Outro objetivo do LCA é de evitar a rotação exagerada do joelho, ato rotineiro para quem pratica corrida, futebol, vôlei e basquete ou em idosos, que se tiverem enfraquecimento muscular, acaba favorecendo quedas e possíveis lesões.

Isso ocorre por se fixar o pé no chão e a perna rodar sobre ele – pronto: logo o joelho se encontrará inchado e com sensação de dor intensa. O momento após a lesão de ligamento é de suma importância, pois conforme prévia orientação com médicos ortopedistas e reumatologistas, pode ser indicada cirurgia. Depois, o processo de recuperação vem por meio da fisioterapia, tornando-se essencial no resgate do movimento saudável, além de natural da articulação.

Após todo o período de reabilitação, que pode variar, dependendo de cada pessoa, a intervenção do profissional de educação física entra como papel determinante para propiciar um maior fortalecimento músculo-ligamentar, assim como estimular a região debilitada com exercícios de equilíbrio, alongamento e propriocepção (percepção do corpo no espaço), prevenindo novas desordens. Indica-se a musculação, pelo fortalecimento localizado; o Pilates, graças à harmonia entre flexibilidade e força; a hidroginástica, com a redução do impacto e fortalecimento muscular e a natação, que para iniciantes, é preciso cautela, devido à execução correta dos exercícios propostos. Aliado a essas modalidades, a prática de alongamento deve estar presente em todo o processo de resgate da articulação do joelho.

Ressalta-se que outras atividades podem ser aconselhadas, no entanto essas são as mais orientadas. Consulte um profissional de educação física.

Conte comigo!

GANHE UM JOELHO NOVO EM FOLHA!

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física

Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (TIM)
facebook:thiagosoarespersonal
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>