Outubro | 2017 | Ano VIII – Edição 100 – Diabetes: Tipos, Fatores de Risco e Complicações

Diabetes: Tipos, Fatores de Risco e Complicações

ADRIANO FARMACÊUTICO (1)

Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina, ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas que controla a quantidade de glicose no sangue. Com isso, o nível de glicose no sangue fica alto (hiperglicemia). Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos. Existem quatro tipos de Diabetes. Vejamos abaixo:

O Diabetes Tipo 1, que acomete entre 5 e 10% das pessoas com a doença e aparece geralmente na infância ou adolescência, e que é tratada com aplicação de insulina, medicamentos, planejamento alimentar e atividades físicas; O Tipo 2, que surge quando o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz, ou não produz insulina suficiente para controlar a taxa de glicemia. Cerca de 90% das pessoas com Diabetes têm o Tipo 2. Ele se manifesta mais frequentemente em adultos, mas crianças também podem apresentar. Dependendo da gravidade, ele pode ser controlado com atividade física e planejamento alimentar. O Diabetes Gestacional, caracterizado pelo aumento do nível de glicose no sangue materno durante a gravidez, e que pode levar a partos traumáticos, hipoglicemia neonatal e até de obesidade e diabetes na vida adulta do bebê; e o Diabetes Latente Autoimune do Adulto (LADA).

Os fatores de riscos: Para o Diabetes Tipo 1 sabe-se que há uma influência genética. Ter um parente próximo com a doença aumenta consideravelmente as chances de você ter também. Mas, ainda não há pesquisas conclusivas sobre os fatores de risco para o Diabetes Tipo 1. Já o Diabetes Tipo 2 são aquelas pessoas que necessitam realizar consultas médicas periódicas e exames com frequência. Você deve ficar mais atento se: tem diagnóstico de pré-diabetes ou diminuição da tolerância à glicose ou glicose de jejum alterada; tem pressão alta; tem colesterol alto ou alterações na taxa de triglicérides no sangue; está com excesso de peso; tem pais ou irmãos com diabetes; teve bebê com peso superior a quatro quilos ou teve diabetes gestacional; tem síndrome de ovários policísticos; teve diagnóstico de alguns distúrbios psiquiátricos, como esquizofrenia, depressão, transtorno bipolar; tem apnéia do sono; recebeu prescrição de medicamentos da classe dos glicocorticóides; sedentarismo; maus hábitos alimentares e excesso de peso.

Complicações: As principais complicações decorrentes do Diabetes e que podem comprometer a qualidade de vida da pessoa com Diabetes são: Retinopatia (prejuízo para a visão e até cegueira); Acidente Vascular Cerebral (lesando artérias e veias do sistema nervoso cerebral); Periodontite (inflamação na gengiva); Nefropatia (doença dos rins); Neuropatia (problemas nos nervos periféricos); Pé diabético (má circulação, má cicatrização, risco de infecção e amputação)

Adriano Santos
Farmacêutico – CRF/RJ 16921
Acompanhamento a paciente Diabéticos, Hipertensos e Curativos
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Tel.: 3092.0355 / 97693.9038 (Vivo) 99438.0993 (Tim)
email: silva.adry@hotmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>