Outubro | 2015 Ano VI – Edição 76 – Especialista do hospital pasteur alerta sobre os riscos do câncer de mama

Pág7 - CopiaEspecialista do hospital pasteur alerta   sobre os riscos do câncer de mama

No OUTUBRO ROSA, estimular o debate a respeito  se faz necessário para prooutubro-rosa-60-1077 mover a conscientização

Com a chegada do mês de outubro, diversos monumentos em pontos turísticos de todo o mundo ficam iluminados na cor rosa. A ação, conhecida como OUTUBRO ROSA, visa chamar a atenção da sociedade sobre a importância da informação quanto ao câncer de mama. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), 57 mil novos casos estão previstos até o fim deste ano no Brasil- só no Rio de Janeiro, a cada 100 mil mulheres, cerca de 400 poderão enfrentar a enfermidade.

Maria de Fátima Santos, mastologista do Centro Oncológico de Hospital Pasteur, informa que algumas medidas preventivas podem reduzir os riscos da incidência desse tipo de câncer, como é o caso de uma alimentação saudável associada à pratica regular de atividades físicas. Juntas, elas diminuir em até 28% as chances do desenvolvimento do problema.  “Manter o peso corporal em dia e evitar a obesidade, além de reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, são recomendações que fazemos diariamente nos consultório para prevenir o câncer de mama”, explica a especialista.

A amamentação também é um fator de proteção, diminuindo de 3% a 4% o risco de desenvolvimento de uma lesão maligna de mama, conforme os dados da sociedade Brasileira de Mastologia. “A amamentação é considerada um protetor para as mulheres, pois nesse processo ocorre uma substituição de tecido glandular por gordura nas mamas.Trata-se de um período de contracepção natural, no qual a mulher tem o ciclo reprodutivo suprimido-mesmo assim, é errado afirmar que não ocorrerá a gestação só porque se está amamentando. O que os estudos indicam é que, quanto maior for o período da amamentação, menores serão as chances de desenvolvimento do câncer, justamente porque a mulher deixa de sofrer com ações dos hormônios”, ressalta Maria de Fátima.

         Sobre a terapia de reposição hormonal (TRH) para controle dos sintomas da menopausa, a mastologista informa que cada caso deverá ser avaliado pelo médico que acompanha a paciente, para que ocorra uma rigorosa análise e controle, pois a conduta pode aumentar os riscos.

         Para finalizar, a médica do Hospital Pasteur indica que o ideal é que as mulheres realizem rotineiramente o exame clinico com um ginecologista ou mastologista. Já as que estão na faixa dos 40 aos 75 anos deverão fazer o exame da mamografia – o mais importante ara detecção do câncer de mama –, anualmente. “também é estratégico  informar que as mulheres com casos na família (mãe e irmãs) deverão fazer um acompanhamento a partir dos 25 anos, realizado periodicamente todos os exames necessários”, completa.

Sobre o Centro Oncológico do Hospital Pasteur

Apto a realizar cerca de quatro mil atendimentos por mês, o Centro Oncológico reforça o objetivo constante do Hospital Pasteur em se manter como uma das melhores opções em atendimento privado na cidade do Rio de Janeiro. O serviço conta com o mais moderno mamógrafo disponível no mercado – fabricado pela Siemens – , além de uma equipe multidisciplinar especializada, que fornece apoio clinico, psicológico e nutricional aos pacientes adultos portadores de câncer.

         O centro Oncológico do Hospital Pasteur fica na Rua Medina, 192, no Méier.

hospital

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>