Março | 2018 | Ano IX – Edição 105 – Exercícios Físicos na Gestação (Parte 01)

Exercícios Físicos na Gestação (Parte 01)

Sem título

Durante a elaboração dessa série de artigos sobre exercícios físicos no ciclo menstrual e gravidez, escrevi, tendo momentos de muita alegria, em ver como mexeu comigo a possibilidade de um dia ser pai, de saber e poder passar o conhecimento científico adquirido por mim, sobre a etapa mais linda de uma família e principalmente na mulher: a gestação.

Antes de tudo, é importante mencionar algumas curiosidades acerca deste momento mágico que Deus nos deu, como quando, lá no início de tudo, duas células se fecundam (espermatozoide e óvulo) e dão origem a um processo de completa mudança na vida das mamães; o peso muda, o equilíbrio é alterado e surgem diversas adaptações anatômicas, biológicas e posturais. Sua forma corporal é redesenhada para nutrir, cuidar, além de dar segurança e saúde ao feto.

Cabe lembrar que para melhor adaptação da mãe quanto às dificuldades e novidades que continuarão a ocorrer em seu corpo, a atividade física vem como perfeita indicação desde o planejamento de se ter filhos até o fim da gestação, prosseguindo após o parto. Isso tudo sob a orientação de um profissional de educação física, respeitando cada fase, semana a semana da gestação.

Na gravidez, ocorre a produção gradual do hormônio relaxina, que favorece a flexibilidade pélvica (quadris) para o parto, portanto é importante tomar cuidado com exercícios sob alongamento excessivo, além de mudanças constantes de equilíbrio, em aulas como a localizada, treinamento funcional, dança e arte marcial.

Logo no primeiro mês, por volta da terceira e quarta semana, o embrião já começa a ter sua estrutura humana formada, mesmo que muito pequenina, com formação do cérebro (pelo tubo neural) e do coração. Já possui sistema circulatório independente da mãe e vai adquirindo novos órgãos, um a um, conforme o tempo. Na sétima semana o embrião ganha formatos mais humanos, com desenvolvimento gradual dos olhos, pés e mãos. Encontra-se com 3cm de tamanho, em média!

Devido a isso, muitos médicos têm a cautela de indicar exercícios físicos no primeiro trimestre, pois o objetivo principal é a formação completa do embrião, para se tornar um feto saudável e bem estruturado. Mas cada caso é um caso, podendo a mulher fazer exercícios quando já era acostumada a isso, no entanto o foco é no relaxamento muscular, leve força e condicionamento cardiorrespiratório. Nos casos de gravidez com riscos de perder o bebê, geralmente deve-se evitar esforço físico, podendo ser estimulados exercícios respiratórios, de acordo com acompanhamento do médico.

No próximo artigo, vou comentar sobre o 2º trimestre.

Acompanhe a série no site do Jornal Novidades.

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física

Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (TIM)
facebook:thiagosoarespersonal
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>