Julho|2016| ano VII edição 85 – Acidente de Trânsito

Acidente de Trânsito

5 - CopiaNesta edição vamos terminar uma questão ligada a acidentes de trânsito: o acidente dentro de ônibus. Se você sofre um acidente dentro de um coletivo, como no caso de lombadas onde a pessoa é lançada para cima e cai ou nos casos de freadas bruscas quando a pessoa é lançada para frente e ficou machucada é importante que se você não saia do coletivo e peça para ser levada ao hospital. Se houver negativa por parte do motorista, chame a polícia, mas não saia do ônibus.

É importante que seja feito o registro do acidente, mas para isto torna-se necessário que você seja atendido pela Polícia, Bombeiros ou mesmo o Samu. Pegue a cópia da ocorrência na Instituição que lhe prestar o socorro, bem como o boletim médico do hospital onde for atendido, além de laudos periciais afim de demonstrar a extensão do dano sofrido em decorrência do acidente. Além desses procedimentos peça às pessoas que presenciaram o acidente que sejam suas testemunhas e anote o nome, endereço e telefone delas.

Caso a empresa de transporte não lhe preste assistência ou esta seja deficiente você terá provas sufi cientes para ingressar com uma ação na justiça afim de ser indenizada pelo dano material e compensada pelo dano moral sofrido.

Viagens Aéreas

As férias estão chegando. É uma época de diversão. Mas, muitas vezes pode se tornar um pesadelo. Vamos abordar as questões ligadas às viagens realizadas por meio de empresas aéreas.

Tem sido muito comum os consumidores reclamarem de atraso nos voos, extravio ou avarias nas bagagens. É verdade que ninguém espera que isto aconteça consigo, daí as pessoas não saberem o que fazer na ocorrência desses casos. É necessário estar preparado se porventura ocorrer um desses episódios.

Se o voo atrasou tenha em mente de fotografar o painel do aeroporto que indica o horário de chagada e partida dos voos, além disso, você deve requerer que a companhia aérea lhe forneça um relatório sobre o atraso e o seu motivo. Se a bagagem foi extraviada, avariada ou houve furto de objetos, faça o registro por escrito na empresa aérea imediatamente.

Em caso de avaria fotografe o estado da mala ainda no setor de retirada da bagagem e registre, procure, sempre que
não for resolvido logo o seu problema, se comunicar por escrito com a empresa aérea, para isso o uso do e-mail tem
sido uma solução valiosa.

Evitar transportar bens de valor, mas se houver necessidade, você pode declarar o valor dos bens transportados ainda no check-in por meio de formulário cedido pela empresa aérea, que se responsabilizará pelos bens declarados mediante taxa a ser cobrada no ato de confirmação dos bens.

Finalmente, se acontecer qualquer desses imprevistos procure, em primeiro lugar, resolver administrativamente com a companhia aérea, se não conseguir ou se entender que o dano não foi devidamente reparado, entre com uma ação no Judiciário a fi m de solucionar de vez a questão.

Desejando oferecer alguma sugestão ou dirimir alguma dúvida, entre em contato conosco pelo nosso telefone ou pelo e-mail.

Até breve!

Se o leitor perdeu os artigos Comprovando os Fatos I e II
poderá ler no site do Jornal Novidades:
www.jornalnovidades.com.br

NUNES & SOUZA ADVOGADOS
Dra. Ana Claudia Rodrigues de Souza 
OAB/RJ  2026
Rua Carolina Méier, 38 Sl. 101 – Méier
Tel.: 3802.1659 | 98296.1870
nunessouza.adv@yahoo.com.br

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>