Julho | 2018 | Ano IX – Edição 109 – Diabetes e Colesterol: Uma dupla de risco

Diabetes e Colesterol: Uma dupla de risco

ADRIANO FARMACÊUTICO (1)

Em concentrações normais, o colesterol é indispensável para o correto funcionamento das células do nosso organismo. Entretanto, quando em excesso, o colesterol vai se depositando nas paredes das artérias que levam o sangue para os diferentes órgãos, formando verdadeiras placas de gordura. Estas placas podem provocar o entupimento das artérias e militar o fluxo de sangue, prejudicando o funcionamento dos órgãos acometido e predispondo, assim, ao infarto e ao derrame. As principais causas de mortes nas pessoas com diabetes são o infarto e o derrame provocados pelo depósito de placas de gordura nas artérias do coração e do cérebro. O diabetes facilita e acelera esse depósito, aumentando o risco de doenças cardiovasculares. Por isso, o colesterol das pessoas com diabetes deve ser mantido de forma mais segura que o recomendado para a população em geral. Na observação do perfil lipídico, deve-se ter um olhar um tanto mais criterioso para a fração LDL-colesterol (lipoproteína de alta densidade colesterol), abaixo que 70 mg/dl.

Aproximadamente 65% dos pacientes que desenvolvem o diabetes morrem por doenças cardiovasculares como o infarto. A presença do diabetes aumenta em duas vezes as doenças cardiovasculares em homens e aumenta em três vezes em mulheres. Um em cada quatro infartados é portador de diabetes. A presença de diabetes em pacientes que já sofreram um evento cardiovascular aumenta as possibilidades de terem um novo infarto para 45% em 7 anos (por isso é importante manter o LDL-colesterol, abaixo que 70 mg/dl).

Como baixar o colesterol no paciente com diabetes?

Trinta por cento de nosso colesterol vêm da alimentação. Os outros 70% são produzidos pelo próprio organismo, no fígado. Por isso, dieta e atividade física são sempre o primeiro passo para o controle do problema, mas podem não ser suficientes para atingir a meta do colesterol na maioria das pessoas com diabetes. Falta de atividade física; falta de consumo diário de frutas e vegetais; fatores psicossociais; hipertensão arterial; tabagismo e consumo exagerado de bebidas alcoólicas. São fatores que podem levar a esta patologia. Baixar o colesterol é uma das formas mais eficientes de reduzir o risco de infarto nos pacientes com diabetes. Quando falamos em medicamentos, as estatinas são fármacos de escolha para o controle do colesterol, devemos ter um olhar mais cuidadoso ao paciente com diabetes. São medicamentos comprovadamente seguros e eficazes. Os pacientes com diabetes são grandes beneficiados com o uso desses fármacos, sendo eles estimulados ao uso desses medicamentos ao longo da vida.

Mudanças de estilos de vida e redução de hábitos nocivos na alimentação faz-se necessário e a pessoa com diabetes ser consciente de sua participação no sucesso desse processo.

Precisa de ajuda?

Entre em contato com o seu farmacêutico.

Eu posso te ajudar!

Adriano Santos
Farmacêutico – CRF/RJ 16921
Acompanhamento a paciente Diabéticos, Hipertensos e Curativos
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Tel.: 3092.0355 / 97693.9038 (Vivo) 99438.0993 (Tim)
email: silva.adry@hotmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>