Janeiro | 2019 | Ano X – Edição 115 – O que muda quando envelhecemos?

O que muda quando envelhecemos?
(Parte 3)

cerebro-saudavel-problemas-com-sono-especialista-tira-duvidas

A vida determina quem somos ou somos fruto daquilo que nossa experiência vivida nos conduziu e claro, nos revelou? Bem, essa pergunta é um tanto difícil de responder, e acredito que a vida realmente tem seu fator sorte, de destino ou prédeterminado, porém o jeito que a levamos faz toda diferença. Afinal, o que seriam de nossas lembranças, recordações e memórias, se não termos vivido reconhecendo as nossas limitações e principalmente as capacidades? A capacidade da percepção da potência de se viver, independente dos problemas, quer dizer, eles estão ali para nos tornar mais fortes, por isso é importante aceitar, além de compreender as mudanças que o envelhecimento nos traz.

Uma se destaca nos idosos: a diferença em relação ao sono, pois desde os seis até os 60 anos de idade, não há necessidade de se cochilar durante o dia, mas depois disso é comum e aconselhável pelos estudiosos haver cochilos de manhã e à tarde, e não somente o ato de dormir à noite. Isso se explica porque ao longo do dia o cérebro é acionado para a pessoa ler, escrever, ficar atenta, se emocionar, gravar nomes, memorizar acontecimentos, se movimentar, dentre outras questões.

Daí vem a função do sono de restauração do que foi realizado, e no idoso o “esforço” para manter o funcionamento cerebral e corporal é maior do que em jovens, permitindo cochilos para ajudar na reorganização dos neurônios e organismo como um todo. Quanto ao sono noturno, recomenda-se, nessa faixa etária, uma duração entre sete a oito horas, entretanto há casos específicos, que seu médico poderá te orientar.

Uma região dentro da cabeça, chamada tronco cerebral organiza os processos de sono e vigília (estar acordado, atento, concentrado, consciente), assim como a glândula pineal, produtora da melatonina, uma substância responsável por regular o começo e manutenção do dormir, que por curiosidade, tem seu início de liberação a partir das 21h. Nesse momento o corpo já está preparado para deitar na cama, no entanto, na terceira idade pode haver alteração para mais cedo ou tarde no início e encerramento do sono, pela diminuição de eficiência das estruturas acima mencionadas.

Agradeço a sua leitura e peço para acompanhar a quarta parte desse artigo, que irei comentar sobre osteoporose e alterações da vitamina D. Feliz Ano Novo!

UM BOM SONO FAZ A DIFERENÇA!

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física

Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (TIM)
facebook:thiagosoarespersonal
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>