Janeiro |2016 | Ano VII – Edição 79 – Esquecimento nos Idosos – Normal ou Doença?

Esquecimento nos Idosos – Normal ou Doença?

       12512693_984886724883171_6653558157494786146_n  A população de homens e mulheres acima de 60 anos aumentou muito na ultimas décadas. Alguns ultrapassaram os 80, 90 anos em condições clínicas satisfatórias, mas são raros os que não apresentam dificuldades com a memória.

         Segundo o Médico Geriatra e Diretor médico da CuidarVC, Thiago Bicalho, a queixa de dificuldade de memória é uma das mais frequentes em pessoas idosas. O que não significa, entretanto, sinônimo de perda significativa da mesma. Um estudo realizado por uma Universidade Brasileira no ano de 2014 mostrou que 54% das pessoas com mais de 65 aos  se queixavam de dificuldade de memória, porém apenas 12% admitiram que essa complicação as prejudicava nas tarefas do dia a dia. Isto minimamente indica que tem necessariamente maior implicação clinica, ou seja, sinônimo de doença.

   Em geral, as recordações do passado permanecem vivas na memória muitas das vezes recheadas de detalhes, mas a memória falha, principalmente, quando os mesmos, querem lembrar acontecimentos recentes. Isso desconcerta e criam suspeitas de doenças nos familiares, com relação aos comportamentos dos idosos é a repetição da mesma história, para a mesma pessoa em diferentes ocasiões, o qu pode ser justificados pelo comprometimento da memória contextual: o fato é lembrado, mas não foi contato ou ouvido.

         É inegável que a partir de 50 anos a capacidade de armazenar informações começa a sofrer um processo lento gradativo de deterioração, ou se, no mundo moderno , com a grande quantidade de informações que somos bombardeados, ocorra a dificuldade de assimilação. De qualquer modo, a perda da memória não pode ser considerada como um fato exclusivamente associado ao envelhecimento.

Entre diagnósticos possíveis, pode-se concluir que essa pessoa esteja com alteração de memória devido à dificuldade de atenção, decorrente de uso de medicação (principalmente benzodiazepínicos – remédios de “tarja preta). Outra possibilidade para que esteja ocorrendo queixa de memória correlacionada a déficit objetivo na avaliação é haver alteração de afeto, em particular a depressão em suas diversas formas. A depressão, acarretando alterações cognitivas, ve6 - Copiam recebendo diversas  denominações, e todas salientando as alterações de humos e de afeto com os distúrbios cognitivos, tais como pseudodemência, síndrome demencial da depressão e distúrbio cognitivo-afetivo”, explica Dr. Thiago.

         É importante determinarmos que nem todos os idosos com manifestações de esquecimento são portadores de Alzheimer ou mesmo que as observações de esquecimento nos nossos familiares sejam apenas coisas da idade avançada.

         É fundamental que a partir do momento que identificarmos as primeiras manifestações de esquecimento nos nossos idosos, devemos buscar apoio e aconselhamento médico, pois não é raro situações como as seguintes: a pessoas idosa vai esquentar o café e esquece o fogo aceso, entra no banho e não se lembra onde estão as toalhas e o sabonete; aumentando muito o risco de acidentes domésticos e quedas nos idosos.

“Entendemos que o diagnósticos de demência é sempre muito difícil para as famílias, principalmente no Brasil onde a palavra é usada de forma agressiva e pejorativa. E sabemos que a doença não tem cura, mas o tratamento atual visa evitar que evolução dessa doença seja tão dramática. Os medicamentos estão disponíveis no mercado e felizmente, o Ministério da Saúde desenvolveu centros de referência à saúde do idoso que distribuem o medicamento de forma gratuita”, conclui o geriatria.

ESPECIALIDADES: Clinica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria, Ginecologia, Mastologia, Proctologia, Cardiologia, Cirurgia Vascular e Angiologia, Geriatria, Otorrinolaringologia, Ortopedia, Psicologia, Neurologia, Neurocirurgia.

CuidarVC
Tel: 3627-4450
www.cuidar.vc
Facebook: \Clinica Cuidarvc
Rua Medina, 127  Salas 102/103 – Méier

1 comment to Janeiro |2016 | Ano VII – Edição 79 – Esquecimento nos Idosos – Normal ou Doença?

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>