Outubro |2016| ano VII edição 88 – Exercícios Físicos para Autistas

Exercícios Físicos para Autistas

FotoColunista_ThiagoSoaresVivaBemNo penúltimo artigo da série “a importância da atividade física nas necessidades especiais”, mostro como os exercícios podem ajudar na melhora da saúde em pessoas autistas. Algumas questões precisam ser estimuladas, dando-lhes conhecimento e noções de corpo humano, mente, sentimento e emoção, além de controle dos próprios movimentos realizados, aumentando a conscientização corporal.

No autismo é comum que a pessoa não sinta e reconheça suas capacidades funcionais, quer dizer, torna-se difícil ou não se sabe executar tarefas do dia a dia, como escovar os dentes, pentear os cabelos, amarrar os cadarços, assim como nos esportes, segurar ou quicar a bola num jogo de basquete, correr na hora certa da largada do atletismo e até em fazer a contagem de um a 20 no pique esconde – costuma-se sair antes e correr atrás dos colegas.

Uma boa forma de minimizar essas dificuldades é promovendo exercícios físicos de coordenação motora fi na (dos pés, mãos, boca e olhos) junto da grossa (várias articulações ou grandes regiões), com pequenas bolas fazendo malabarismo – que cruzam os membros entre si, e mais um exemplo seria pisar no chão na ponta dos pés, enquanto pula dentro dos bambolês. Exercícios de assoprar bolas de sabão são excelentes também.

Outra questão importante é a atenção do educador físico quanto às estereotipias (movimentos involuntários e repetitivos do corpo), fornecendo atividades em que permitam o ajuste motor, mesmo que inconsciente, e favoreçam a percepção do próprio corpo. Uma atividade interessante é pedir para o indivíduo subir numa plataforma que tira o equilíbrio, estimulando-o a se equilibrar a todo instante.

Propicia-se assim a autonomia. Nessa hora, os braços e pernas do autista tendem a mexer exageradamente, e assim o professor pode massagear, fraco ou fortemente – depende da sensibilidade do autista, os ombros e as costas, estabelecendo um resgate entre mente e corpo.

No momento em que vem esse tipo de estresse e ansiedade, o toque terapêutico do educador físico, propicia o contato com sensações desconhecidas e imperceptíveis, levando a uma sensação de calma e relaxamento, pelo simples fato de ter alguém ali que importa com seus sofrimentos.

Ressaltase que tudo isso acontece consciente ou inconscientemente. Qualquer dúvida sobre o tema e precisando de um profissional de educação física para lhe ajudar, me chame nos contatos abaixo. Estarei à sua disposição! Obrigado.

AUTISTAS EM REAL MOVIMENTO!

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física
Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (Vivo)
Facebook.com/Ginasticakids.original
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>