Dezembro | 2019 | Ano IX – Edição 126 – A pele é o maior órgão do corpo humano

A pele é o maior órgão do corpo humano

curativo

A PELE é o maior órgão do corpo humano, considerada como o manto de revestimento das estruturas internas do organismo, é de suma importância na manutenção da vida e sua integridade nos protege da invasão de germes e bactérias que levam a INFECÇÕES. O organismo com infecção pode culminar em morte.

A FERIDA representa a perda da integridade da pele, e seja qual for o tamanho e a causa deverá ser valorizada e tratada adequadamente, evitando assim seu agravamento. A propriedade de cicatrizar é natural e ocorre de dentro para fora. O ser humano conta com um sistema imunológico, que o autor da vida, DEUS, que é todo poderoso se encarregou de criar perfeito. Precisamos compreender apenas o que NÃO devemos fazer para atrapalhar, isso mesmo, pois muita das vezes, por desconhecimento, atrapalhamos o processo cicatricial.

Os Enfermeiros com especialização em Enfermagem Dermatológica ou Estomaterapeuta são os profissionais mais indicados para conduzir esse tratamento, avaliando e intervindo com procedimentos especializados nos casos mais complexos, promovendo a limpeza e desbridamento, além do uso de tecnologias modernas que aceleram a formação de novas células, favorecendo a regeneração da pele.

Para você que sofre com feridas crônicas há meses ou até anos, gostaria de dizer uma coisa :

– Não desanime e nem se conforme, pois independente do tempo da lesão ou das doenças associadas como diabetes ou insuficiências vasculares é possível cicatrizálas, através de orientações e cuidados corretos!

Ligue e tenha compromisso com a sua SAÚDE.

Venha fazer curativos no Méier!
Rosemary Bacellar
Enfermeira- COREN 47.279 RJ
Atendimento ambulatorial, em clínicas ou hospitais, domiciliar ou casas de repouso.
Tel.: 2084.1933
www.curativosnomeier.com.br

 

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>