Abril | 2019 Ano X – Edição 118 – O que muda quando envelhecemos

Thiago COLOR

O que muda quando envelhecemos

(Última parte)

O ser humano sempre precisou de sua musculatura para caçar, pescar, lutar e colher frutos, desde a época Paleolítica, há aproximadamente 2 milhões a.C, até o século VI a.C, com Milon de Croton, na Grécia antiga, em que carregava um pequeno bezerro nas costas, para que com o passar dos anos, o animal crescesse e a sobrecarga se tornasse maior, ganhando mais força. Se pararmos para pensar, hoje, no século XXI, ainda usamos força muscular, porém com muito menos frequência que antigamente.

É por isso que escrevo esse artigo, para que se entenda a importância dos exercícios físicos, que atualmente recomenda-se a orientação do profissional de Educação Física, pelo avanço científico, a fim de fortalecimento nos músculos, ossos, tendões e ligamentos no público idoso. A articulação precisa se estabilizar e diminuir a degeneração de certas regiões muito afetadas nessa faixa etária, como coluna vertebral, ombros, quadris, joelhos e tornozelos, dentre outras.

Na terceira idade é comum se observar uma perda acentuada da musculatura, chamada sarcopenia, em que o núcleo (parte bem profunda do tecido muscular) reduz sua capacidade de manutenção do volume, ou seja, o músculo fica mais magrinho e um tanto fraco para se apoiar. Não consegue promover sustentação, daí maior probabilidade de quedas, ter um andar lento e falta de força para levantar e sentar, assim como dificuldade em utilizar os braços para apoio, puxar e empurrar algo, segurar um copo com a mão e até para urinar ou defecar. Pois é, também temos músculos que ajudam nessas questões!

Torna-se vital a realização de exercícios físicos com pesos, elásticos, tensores, peso do próprio corpo, enfim, sobrecarga extra para que os músculos ganhem volume, força e o quadro de sarcopenia se reverta, ou pelo menos se regrida. Claro, que sabendo desses conceitos, a melhor ideia é a prevenção, praticando atividade física com regularidade, como musculação, ginástica, inclusive realizada em água. Alguns tipos de Ioga e o Pilates também têm efeitos positivos. Consulte seu professor para maiores esclarecimentos e adequação dos exercícios, afinal existem outros tipos de modalidades que podem se encaixar no seu quadro.

Obrigado pela leitura de todos os artigos da série “O que muda quando envelhecemos”, que iniciei em outubro de 2018. Espero que tenha gostado!

Força para vencer obstáculos!

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física

Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (TIM)
facebook:thiagosoarespersonal
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>