Abril | 2018 | Ano IX – Edição 106 – EXERCÍCIOS FÍSICOS NA GESTAÇÃO

EXERCÍCIOS FÍSICOS NA GESTAÇÃO

(Parte2)

Thiago COLOR

PILATES-NA-GESTAÇÃO

Praticar exercícios físicos durante a gravidez é algo fundamental, na maioria das vezes, por isso dou sequência à série sobre o tema, que no primeiro artigo expliquei a respeito dos três meses iniciais. Com isso, vale a pena mencionar o segundo trimestre, em que o corpo feminino vai ganhando novas formas e contornos: o útero que era do tamanho de um punho antes da gravidez, passar a ter as medidas de uma tangerina (quarto mês), e depois cresce até o diâmetro de um melão (quinto mês) e vira uma melancia (últimos meses).

Bem, imagina o espaço interno do tronco e abdômen, que precisa se adaptar ao crescimento constante do feto. Uma curiosidade é que no quinto mês, a maioria dos órgãos é empurrada para a parte superior da barriga, liberando espaço para o útero já volumoso se expandir. Daí, começam a surgir as famosas dores nas costas, quadris, costelas, ombros e cervical, podendo influenciar em maior pressão nas articulações mais distantes, como os joelhos e tornozelos.

No segundo trimestre é bom ter cautela ao praticar exercícios de peso livre (halteres e barras), para evitar desvios posturais e desequilíbrio nas juntas. Aconselha-se aparelhos fixos de musculação e pilates, ou Yoga, por causa da percepção corporal diferenciada das demais modalidades, dando mais apoio e suporte às articulações. Interessante também evitar a manobra de valsava (quando prendemos a respiração ao fazer força), porque pode haver compressão no músculo diafragma, pelo aperto da região abdominal, o que dificulta na boa respiração. Oriente-se sempre com seu profissional de Educação Física.

Atividades aquáticas são indicadas neste período, pois a água diminui o impacto e reduz o peso corporal, em média 70%, quando imerso na posição de pé, até a altura das axilas. Isso fornece uma sensação de bem estar e colabora na redução do inchaço corporal, provocada pela pressão exercida pela água, que favorece o retorno do sangue ao coração. Ainda tem o fato de serem realizadas em um ambiente onde o bebezinho já está habituado, afinal, ele sente as vibrações e ondulações do meio líquido. Atividades de dança podem ser feitas, respeitando os limites da pessoa, pelos movimentos de quadril, abdômen e coluna vertebral, que ajudam no ganho de flexibilidade, melhor consciência do corpo e alívio das dores.

Na próxima coluna abordarei sobre o terceiro trimestre da gravidez, em que começam as contrações, o peso corporal muda muito, além da necessidade da prática de novos exercícios físicos. Acompanhe toda a série no site do Jornal Novidades, clicando no link SAÚDE e depois em EDUCAÇÃO FÍSICA. Lá você pode ler toda a sequência de artigos. Obrigado!

www.jornalnovidades.com.br

THIAGO SOARES PERSONAL
CREF: 025751

Profissional de Educação Física

Personal Trainer, especialista em atividade física para idosos e necessidades especiais
ATENDIMENTO EM DOMICÍLIO
Doenças degenerativas/psiquiátricas/Demências
Autismo/Síndrome de Down/Cadeirante
Personal Coach (consultor de saúde e atividade física)
whatsapp-logo-icone-1 99522.8671 (TIM)
facebook:thiagosoarespersonal
E-mail: thiagosoares.vivabem@gmail.com

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>