Abril | 2018 | Ano IX – Edição 106 – Escritor promove lançamento de livro e destina arrecadação à Casa Ronald McDonald

Escritor promove lançamento de livro e destina arrecadação à Casa Ronald McDonald

Elvandro e a presidente da Casa Sonia Neves

 

O escritor Elvandro Burity lançou no dia quatro de abril, no salão da Sede da Casa Ronald McDonald, seu mais novo livro “Rotas de Liberdade”. A obra aborda uma viagem no tempo da permanente migração pelo mundo que retrata a pior crise de refugiados/clandestinos/migrantes desde a Segunda Guerra Mundial, com origem em fatores de ordem política, econômica e religiosa, que gera uma crise humanitária envolvendo homens, mulheres, idosos e crianças. O escritor utiliza seus livros para promover campanhas filantrópicas em diversas instituições. Entre elas estão o Instituto Conselheiro Macedo Soares, Abrigo Thereza Christina, Asilo Legião do Bem, Comunidade da Caixa D’ Água, Comunidade situada na Zona Rural de Engenheiro Paulo de Frontim, Casa de Luciá, Lar Anália Franco e Lar de Júlia. A verba arrecadada com a venda dos exemplares da nova obra foi destinada à Casa Ronald McDonald, que atende crianças e adolescentes portadores de câncer.

thumbnail

Elvandro diz que os livros publicados são como pano de fundo para a prática de caridade. “Colaboro com a filantropia desde 1987, ajudando outras instituições. Conheci a Casa Ronald McDonald por intermédio de um amigo. Após essa indicação resolvi fazer pesquisas realizadas na internet e visitar a Casa a fim de conhecer melhor o trabalho e decidi apoiar a causa. Minha meta com relação ao lançamento do livro “Rotas de Liberdade” é esgotar a edição de 100 exemplares e ser útil à causa abraçada pela Casa”, declarou.

Nascido no bairro de Quintino Bocaiuva e morador do Méier há 43 anos, Burity já escreveu mais de 35 livros, participou de antologias editadas em Português e Francês, coleciona medalhas, moções e muitos troféus recebidos ao longo da carreira. É membro de várias Academias de Letras do Brasil e do exterior. Em 2009, lançou no XIV Bienal do Livro no Rio a obra “Eu, poetificando…”, em 2011 no Salão do Livro em Paris, “Rien Que Des Aldravias”. Seus livros já foram doados para mais de 10 bibliotecas, centros culturais e gabinetes espalhados por vários estados brasileiros, além de serem entregues em outros países, como a Biblioteca Municipal de Figueiró dos Vinhos, em Portugal; Biblioteca da Casa del Caribe, em Cuba; e no Vaticano recebida pelo Papa Francisco.

Para Sônia Neves, presidente da instituição Ronald McDonald, há 15 anos, o lançamento do livro é uma grande porta para que outras pessoas conheçam o trabalho da Casa. “O escritor veio até nossa instituição indicado por um amigo, que conhece nosso trabalho, e na conversa surgiu a proposta dele lançar seu livro aqui. Achei interessante a ideia, pois essa iniciativa é boa para os dois lados. Com isso aumenta a visibilidade e atrai novas pessoas por meio dessa divulgação. Nosso objetivo é dar qualidade de vida, muito amor às crianças e suas famílias, ajudando na luta contra o câncer e nossa equipe é formada por um corpo de voluntários que fazem de tudo um pouco, seja na sala de comunicação, secretaria, recreação etc”, ressaltou.

Casa Ronald McDonald

Inaugurada em 1994, a Casa Ronald McDonald-RJ já recebeu, desde a sua fundação, mais de dois mil pequenos hóspedes e contribui para o aumento do índice de cura do câncer infanto-juvenil. Pioneira na América Latina e a 162ª no mundo, a Casa é coordenada pelo Instituto Ronald McDonald, a que tem como objetivo estabelecer os padrões internacionais de instalação e operação, que garantam um bom atendimento às crianças e adolescentes em tratamento de câncer, nos principais hospitais públicos da cidade. Além de esperança, a instituição oferece, gratuitamente hospedagem, alimentação, transporte aos hospitais, atividades recreativas, acompanhamento escolar, cursos profissionalizantes, apoio psicossocial e assistência social. Grande parte das atividades realizadas é feita por voluntários, pessoas que doam seu tempo e carinho às crianças e suas famílias, para que sejam atendidos naquilo que possuem de mais precioso: a plenitude da vida!

A Casa é mantida por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas, realização e participação voluntária em eventos beneficentes e recursos doados por membros contribuintes. Além de contar com um bazar permanente e um online para comercializar produtos doados. Outra fonte de captação de recursos é o evento anual McDiaFeliz , o qual destina a quantia arrecadada na venda do sanduíche Big Mac para o custeio da Instituição. Seu trabalho é considerado de utilidade pública, porque permite a liberação de leitos em hospitais públicos para pacientes que realmente necessitem de internação. Desta forma, os hospitais podem ampliar sua capacidade de atendimento sem investimento adicional e reduzem seus custos com internações desnecessárias.

casa ronald

Por: Sofia Teixeira

Fotos: Divulgação

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>