Abril | 2017 | Ano VIII – Edição 94 – “Memórias Dispersas”

“Memórias Dispersas”

18057036_1334199306618576_7943426318306771068_n

fotografia do autor

“Memórias Dispersas” é um livro de contos, histórias sobre sentimentos, atitudes, emoções humanas. Memórias de todos nós. Histórias que ouvimos, contamos e vivemos. O autor sutilmente nos leva a viajar através do ser humano existente em cada um.

A linguagem cuidada, os diálogos consequentes, as emoções expressadas com delicadeza, o carinho pelos personagens, nos levam a uma viagem de prazer, de enlevo e de reconhecimento por nossa própria humanidade. O leitor do século XXI, ávido por histórias mais humanas, relatos que o enlevem e que o façam viajar em seus pensamentos, épocas diferentes, sentimentos caros a todos nós.

Este leitor achará na presente obra contos que falam de ser, sentir, viver. O autor dialoga com o leitor através das atitudes dos personagens, mostra emoções, ações que nos atingem a todos. O escritor passou grande parte de sua vida buscando expressar esses contos, em todas as suas atividades as histórias estiveram presentes. Dá-nos, com esta obra, o prazer de dividi-la. Faz-nos entrar nesse universo que é tão dele, mas que nos pertence a todos. Wagner Torres de Araujo foi um menino do subúrbio do Rio de Janeiro nascido em 1960.

Desde cedo, sentiu atração pelos livros de fic­ção, pela Literatura. Com as leituras aprendeu a sonhar e a observar as pessoas, as situações, a vida. Adulto, tornou-se professor movido por sonhos. Nas aulas de história, em diversas instituições de ensino, continuou a observar as pessoas, as situações, a vida. Um dia descobriu que os sonhos e as observações o mantêm eternamente menino. Assim, finalmente, percebeu ser escritor de ficção.

Leave a Reply

You can use these HTML tags

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>